sábado, 11 de julho de 2009

Meio-fio

Vento quente e passos rápidos. Bolsa de papel apertada contra o peito e vestido na altura dos joelhos com estampa de florzinhas que de longe parecem bolinhas coloridas. Bola rola nos paralelepípedos quentes, são férias. Mulheres cansadas com suas vidas na boca conversam por cima dos muros baixos. Ela passa rápido e olha para o chão concentrada tentando descobrir o assunto. Um caminhão que vai entregar a cama nova da vizinha passa pela rua e arrebenta um dos fios de eletricidade. Ela passa, mas ninguém vê.

10 Opiniões:

Paulo Braccini disse...

na simplicidade do cotidiano nos perdemos, e nesta perda não damos conta das coisas mais importantes da vida ...

lindo lindo ...

parabéns como sempre ...

bjux

;-)

' Láisa ¬¬ disse...

"Ela passa, mas ninguém vê."

Sou assim a maioria do tempo.
[E a sensação de ser só mais uma na multidão... :( ]

Lindo!

= *

Luciano Freitas disse...

incrível como consegue captar a sensibilidade das coisas em cenas tão simples do cotidiano! demais, cara!

Diversidade.com disse...

Como sempre, ele e seus comentários que parecem deixar nas nuvens... a vc o meu Muito Obrigada sempre!

A esse teu texto: Parabéns pela percepção de simplicidade e todas as atitudes de um cotidiano... sua sensibilidade é perfeita!
Lindo...

Beijo e apareça no mundo tecnologico mais vezes...

Kelly Christi disse...

Entre o urbano e o excêntrico...

gostei muito

bjito

http://www.pequenosdeleites.blogspot.com

Pensamento aqui é Documento disse...

Ela passa e ninguém vê...quase ninguém.

Em um mundo sem tatos e sem olhos, raro é aquele que tem olhos!

Adoro seu blog, já disse?

Beijos

Lu Paes disse...

Oi, Lucas!

Nossa, texto maravilhoso!
Eu realmente amo o que voc~e escreve..!
É engraçado como ela passa silenciosa, mas notando tudo.
Já ouvi dizer que pessoas tímidas são mesmo mais observadoras...
Amei mesmo o texto"

Beijos no fígado!
(ser incisivo é mais engraçado...acho que nos meus e-mails já mandei beijos em praticamente todos os órgãos do corpo humano...Eu detesto repetir! hahahaha)

CooKie disse...

parece que quando a gente para mesmo para perceber as coisas que acontecem o mundo é mais interessante

Ira Buscacio disse...

Cotidiano...tantas coisas passam e ninguém vê. Parabéns! Seu texto é tão rico em detalhes, que se pode enxergar a cena. bj

Marinês disse...

Sucinto e belo.......parabéns!!!