domingo, 14 de dezembro de 2008

Blowin' In The Wind


Estava atônito. Não fez questão de ver quem estava a gritar no palco. Arrependeu-se anos depois. Só precisava de um cigarro!

- Que puseram em minha bebida? Onde está minha bebida?

Ninguém o olhava. "Quantos ouvidos precisará um homem ter, Até que ele possa ouvir o povo chorar?" - Cantavam todos tristonhos, menos ele.

Melhor sair daqui. Melhor continuar por aqui. Quem tem as respostas? - Pensou. Recostou-se num canto qualquer. Ouviu então o magrelo cantar no palco: "A resposta meu amigo, está soprada no vento". Aliviou-se. Achou então um barbudo, amigo seu, que lhe ofereceu uma bebida.


__

Rio de Janeiro, 14 de Dezembro de 2008, vinte e sete reais e trinta e cinco centavos. Sob forte influência de um céu cinza e um disco recém comprado do Dylan.

Lucas Moratelli.



6 Opiniões:

Lorii disse...

bloog eh massa ! xD

Mente Inquieta disse...

Dylan? adoro! Inspirador mesmo.
Gostei tbm do texto conciso e expressivo.
Parabéns!

Assim que puder visite o Coerência Contraditóriahttp://coerenciacontraditoria.blogspot.com

Bjos.

Laura disse...

Amo Bob Dylan.
e I'm Not There é um dos meus filmes preferidos!

www.culpadelaura.blogspot.com

Tainá da Rua Morgue disse...

Tuas coisas estão ficando cada vez mais puras, cada vez mais gostosas de ler.

Dylan. O tema ajuda.

Um beijo nos cabelos.

Livia Queiroz disse...

"Quantos ouvidos precisará um homem ter, Até que ele possa ouvir o povo chorar?"


Que perfeito isso??
Acho q me pergunto o mesmo dia após dia!!!
Nunca sei...
E às vezes tbm n escuto

Cássia Barbosa disse...

Gostei muito do final...