terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Doce Martinha


A
passos rápidos para o boteco deixou cair. Deixou-se cair. Caiu.
Foi ver a conta da Martinha.
Ô menina pra comer doce.
Viu que Martinha, na cólera melhor dizer Marta, comprou cigarros.
Que fazer deus do céu?
A doce Martinha não andas a comer doces,
Fuma cigarros como a uma cachorra velha.
- Essa Marta me paga!
A passos rápidos para a casa deixou cair. Deixou-se cair. Caiu.


Lucas Moratelli

6 Opiniões:

Cássia Barbosa disse...

Tá bem escrito. Não entendi muito, ams achei bonito.

Tainá da Rua Morgue disse...

ADOREI.

e qualquer outra coisa que eu escreva vai estragar. vai estragar porque não precisa de mais. Adorei.

Luciano Freitas disse...

hhehehe

muito bom, como sempre. curto e bom!

filipe disse...

cara, muito bom seus textos, só achei meio incomodo essa imagem de fundo, tá atrapalhando a leitura.

parabens :)

Bitch disse...

Ao ler suas palavras me levo. Deixo-me levar. Me leve.

Alice Daniel disse...

Gostei da ambigüidadde do texto.