sábado, 31 de julho de 2010

Um dia.

A porta na cara
O ônibus vazio
O troco errado
A vida
O passo cansado
O ritmo perdido
A desculpa rejeitada
O desespero
A cama com sono
O sonho complexo
O café amargo
A preguiça
A tevê ligada atoa
O chuveiro frio
O silêncio do mundo
Um dia.

1 Opiniões:

Davis B. disse...

A beleza está justamente no básico. Pena demorarmos tanto tempo pra perceber isso. Até Lucas.