sábado, 8 de novembro de 2008

Depois das 10; (Cap. 1)

Pensou em cortar o cabelo. Era uma das formas mais claras de demonstrar desespero, já estava cansada de chorar. Mas acabou chorando por não ter coragem de cortar o cabelo.

Seu telefone tocou forte, pareceu rasgar sua dor junto do silêncio e transforma - lá em ferida sangrenta. "Alô" - Disse, e logo em seguida desligou o telefone com fúria: Era ele.

Não sabia ao certo se sofria pela solidão que se aproximava ou pela liberdade alcançada.

Tinha medo do porvir. O futuro de tão incerto lhe dava frio na barriga. Frio ruim. Frio doloroso. Não daqueles de montanha russa que passa rápido. Era duradouro e profundo.

Acabou por decidir esperar a noite terminar antes de sair pra comprar cigarros. Corria o risco de encontrá-lo bêbado na padaria da esquina. E isso seria horrível. É melhor ficar sem fumar, ou melhor, apenas fumar, o último que sobrava.

Pensou forte no que faria, e isso doía, porém pensou. "Alugar uma kitnet adiantaria?" - Se indagou antes de pegar no sono. O quarto branco assumiu então outra dimensão. Ficou grande e vazio, apenas a guardar um corpo sofrido e choroso. E o único som que se ouvia era o da respiração de Julia misturada com o vento frio que batia na janela.


(continua...ou não.)

Por Lucas Moratelli.

7 Opiniões:

Julio Cesar disse...

god text, keep on this way!!

Lucas Moratelli disse...

In english, ui!

TheoMoura disse...

Cara, Ler Isto ao Som do Dylan Resulta em um Orgasmo mental.
Espero q tenho 2º Cáp.

RJ disse...

cara, não devemos ter medo do que fazer, temos que seguir em frente sempre...

se não não vivemos, vegetamos...
é basicamente a situação da mocinha dessa estoria mto bem desenrolada por usted

abraços

Luciano Freitas disse...

humm...
seus contos fazem muito me lembrar das obras de dois amigos meus. Kayo Medeiros (blog azul cereja) e Clarissa Marinho (discurso monológico).

muito profundo, sempre...

passo aqui pra acompanhar!

Tainá-O-Rama disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tainá-O-Rama disse...

Esperamos todos por novos capítulos.
We are waiting.