terça-feira, 30 de setembro de 2008

Cívico;


Acordou às 5:30 para não chegar atrasado, passou sua blusa social branca (a única do armário digna de seu grande dever), lavou o que chamava de cabelo com sabão de coco, juntou todos os seus documentos, comeu meio pão duro da tarde anterior e saiu.
Sentia-se grande e superior a todos que por ele passavam. Imaginava o futuro de todos os garotos que via e acabava sempre sentindo pena, afinal o seu era o futuro digno de um homem.
Chegou lá e viu muitos garotos de sua idade sentados na praça onde deveria chegar as sete (porém, chegara às 6:30). Apenas esperou.
As sete sua sonolência fora quebrada pela corneta desafinada que tocava a alvorada, então levantou do banco de cimento do canto da praça e caminhou em direção ao homem fardado que falava alto enquanto os adolescentes se reuniam a sua volta.
Fez testes, respondeu perguntas e passou por uma consulta médica.
Depois de 3 horas dolorosas em uma cadeira de madeira, avista um enfermeiro na porta principal do auditório onde aguardava. Ele carregava um pedaço de papel branco, "deve nos chamar para mais um teste." - imaginou.
- José Ronildo Pereira Silva.
Prontamente José responder: - Sou eu senhor.
- Infelizmente, você não será útil no exército brasileiro, agradecemos sua colaboração.
José saiu do batalhão com a maior tristeza do mundo e quando um garoto de sua idade passou por ele, apenas imaginou que talvez fosse ele seu futuro patrão.

Por Lucas Moratelli.


Acordem o progresso!

4 Opiniões:

Tainá-O-Rama disse...

E viva o serviço militar obrigatório!

(O que não vira um bom conto para você?)

Luciano Freitas disse...

bacana!! eu já escrevi sobre o serviço militar tb.. (inclusive, eu servi..rs) sugiro que leia o meu conto "O limite de um conscrito". Abração!

link: http://muitosemum.blogspot.com/2008/06/o-limite-de-um-conscrito.html

Augusto Pais disse...

Oi Lucas, nem sabia que tinha como comentar!
Juro!
Foi por isso que nunca comentei antes, é muito difícil achar alguém que saiba escrever tão bem!
A propósito como está o seu "pseudo" livro?
Dê notícias, até onde o ouvi ler estava bem interessante!
Parabéns pelo blog!
E falando em blogs...
Dá uma passada lá no do Guanabara!

Confissoes de uma Adolescente ;D disse...

hahaha
nisso que dar ser prepotente
por isso que eu digo
sempre espere o piioor